Preparação de barril para cerveja

No mundo da cerveja artesanal caseira estamos descobrindo que um dos principais ingredientes é realmente a paciência. Descobrimos que para fazer uma cerveja envelhecida em barril de carvalho não é um processo tão simples assim. Certamente há atalhos, como o uso de chips de madeira, que acabam gerando muitas vezes o mesmo efeito. Mas como o objetivo é aprender, seguimos pelo método mais "tradicional" primeiro.


Encomendamos um barril de carvalho europeu que levou um par de meses para ficar pronto. Ao chegar, descobrimos que está longe de simplesmente já ser usado para colocar um boa cerveja. Precisa ser preparado.


Primeiro tivemos que encher de água e deixar que pequenos vazamentos surjam. Não é defeito da construção do barril. A água vai sendo absorvida pela madeira, que por sua vez vai se ajeitando e as frestas vão gradativamente se fechando. Ao longo de dias e semanas há que ir completando o nível de água dentro do barril, que nunca pode ser guardado seco.

Em seguida vem a fase na qual chegamos agora, em que se substitui a água por cachaça - que pode ser a mais barata que se encontrar. Ao longo de mais algumas semanas a cachaça vai também penetrar na madeira, preparando-a para finalmente receber uma cerveja que ainda iremos idealizar... uma que possa se beneficiar desse "envelhecimento" em madeira.


Mas isso só daí alguns meses, pois a recomendação é que se deixe a cerveja no barril por uns 6 meses antes de ser carbonatada e envasada. Novamente: paciência.


16 visualizações